Bem Vindo, visitante! [ Entrar

Premium WordPress Themes - AppThemes

Você sabe o que é um bom negócio?

Empreendedorismo 30 de junho de 2017

Empreendedor-bom-negocio

O empreendedor deve saber que o melhor, às vezes, não é ter a empresa que “ganha mais”

Em 2013, eu fui convidado generosamente pelo amigo Dhaval Chadha para palestrar em um evento (o mais bacana que participei em 2013) chamado ‘Impacto: future of business’.

O evento era dividido em 4 grupos de palestras – Creative, Open, High-tech, Good.

Como ele já me conhecia e sabia os assuntos nos quais estou trabalho, Chadha pediu para eu palestrar dentro do grupo denominado ‘Good’ com total liberdade para escolher sobre o que falar.

Achei legal o nome do grupo e feliz por fazer parte dele. Mas semanas antes do evento, ao refletir sobre o que falar, me peguei pensando sobre o porquê da existência de um grupo de palestrantes para falar sobre negócios good.

Porque separar negócios normais e negócios good?

Aliás, o que seria um negócio good? Mais ainda: o que é um bom negócio? Pimba! Me veio a ideia de transformar esta reflexão e pergunta na própria palestra. O que é um bom negócio? Será que não estávamos todos nós respondendo errado a esta pergunta?

Uma confissão a vocês: poucas coisas no mundo me dão mais agonia do que receber aquele parabéns em que a pessoa lhe escreve: $uce$$o. Assim mesmo, cheio de cifrões, definindo sucesso como ganho financeiro. Se você é um destes amigos que me mandou uma mensagem assim, tudo bem, sem problemas, continuo gostando de você.  Pra te consolar e me entristecer, diria que você não está sozinho.

Construímos um mundo em que se acredita que quanto mais dinheiro ganhamos, mais sucesso, mais proteção, mais segurança e talvez mais felicidade nós teremos.

Já diria um filósofo: “Se tudo o que você tem na mão é um martelo, tudo começa a se parecer com um prego”.

Apenas como exemplo, quantas vezes você pegou seu jornal de manhã, ou seu smartphone e leu uma notícia sobre o ranking dos maiores milionários brasileiros do ano? E em quantas manhãs você viu a notícia sobre o ranking dos brasileiros que mais impacto positivo criaram para o país no último ano?

E assim a indústria comunica, a mídia veicula, o jornalismo revela. Os martelos estão aí. E nós? Consumimos e geramos demanda para tudo isso como pregos obedientes, valorizando o que não tem valor essencial. Produtos, serviços e informações que nos mantém acreditando que sucesso vem com cifrão.

A resposta para a pergunta o que é um bom negócio apenas reflete mais esta martelada. Dez entre dez pessoas responderiam que bom negócio é aquele que tem mais lucratividade, fontes de receitas estáveis, baixo custo fixo e ainda se possível em um setor com altas barreiras de entrada.

Está tudo absolutamente alinhado. O que nos é comunicado é consumido, reproduzido e reciclado para nos ser “recomunicado”. E assim passa-se a vida.

Prefiro acreditar que bom negócio vai muito além de um modelo que seja altamente lucrativo financeiramente. Não, também não vou defender aqui que necessariamente bom negócio seja aquele que resolva os maiores problemas da humanidade e que você ganhe um premio Nobel por ele.

Vou defender aqui a simples ideia de que um bom negócio é aquele que é um bom negócio antes de tudo para você. Aquele negócio que reflita quem você quer ser no mundo, que reflita como você quer passar o seu dia a dia.

Não há nada mais fácil de encontrar do que empreendedores absolutamente realizados com o que construíram enquanto empresa, bem sucedidos financeiramente, mas absolutamente infelizes com seu dia-a-dia, com uma rotina massacrante que muitos não desejavam, não sonharam e que agora se sentem dela escravos.

Um grande amigo que trabalha com o tema “propósito”, desenvolveu com grande felicidade o termo “EUpreendedorismo”, querendo dizer algo como empreender a si próprio. Se conhecer cada vez mais e criar uma vida e um negócio que seja um reflexo verdadeiro não apenas do que você gosta como assunto, mas que reflita a vida que você quer levar, a rotina que você quer ter, as pessoas que você quer cercar.

O que seria portanto nesta visão um bom negócio?

Bom negócio é aquele que te faz sentir vivo.
Bom negócio é aquele que te faz feliz.

Ao invés de buscar nichos e oportunidades no mercado, busque se conhecer profundamente e empreenda algo que seja um reflexo de quem você é.

Não tenha dúvida: ser feliz é o melhor negócio que você pode empreender.

Por Rogério Oliveira

Fonte: Revista PEGN

20 visualizações, 0 hoje

Bom negócio – 12 dicas de empreendedores bem sucedidos

Empreendedorismo 27 de junho de 2017

bom-negocio-livro-steve-jobs

Para construir bons negócios muitas vezes é preciso aprender com aqueles que já atingiram os seus objetivos. Ter um mentor é uma bênção incrível para um empreendedor, mas nem todo mundo pode encontrar um em pessoa. Se o negócio precisar conhecimentos que você não tem, a saída é buscar alguém com essa experiência para fazer parte da equipe.

Um livro que me serviu de inspiração e eu recomendo a leitura para novos e antigos empreendedores, é a biografia do Steve Jobs. Você pode encotrá-la no Submarino.

Se você ainda não encontrou o seu guru de negócios pessoais, vale a pena ter em mente que tem muito conhecimento disponível se você procurar nos lugares certos.

Conhecer a experiência de outros que têm um bom negócio (ou bons negócios) e já trilharam esse caminho, pode facilitar a realização do seu sonho de ter a sua própria empresa.

Um a caminho que algumas pessoas acabam trilhando é o de buscar franquias baratas, mas até isso demanda recursos, tempo e conhecimento para garantir o sucesso. Um bom negócio não se faz da noite para o dia.

Richard Branson disse uma vez que a “sua maior motivação é a de continuamente desafiar a si próprio”. E não estava se referindo apenas aos bons negócios que já realizou, mas à vida em geral. Ele trata a vida como uma longa educação continuada na qual pode aprender mais a cada dia.

Dicas para você encontrar o seu bom negócio.

Eu fiz uma lista com doze dicas úteis para quem aspira abrir uma nova empresa. O negócio não precisa ser glamuroso, nem inovador, apenas deve satisfazer aos seus anseios e atender as suas necessidades de remuneração. Se você está nesse caminho para ter “o negócio” da sua vida, vale a pena dar uma lida:

1. Bom negócio é aquele no qual você gosta de trabalhar.

Não tenha dúvida de que a gestão de uma empresa vai lheo ocupar um monte de tempo. Steve Jobs disse uma vez que “a única maneira de ficar satisfeito na sua vida é fazer o trabalho que você realmente gosta”.

2. Assuma riscos controlados.

Nós nunca saberemos o resultado de nosso trabalho, a menos que realmente o façamos. Jeff Bezos disse que no início da sua carreira, ajudou muito saber que ele não iria se arrepender caso fracassasse, mas iria sim arrepender-se se não tentasse.

3. Acredite em si mesmo.

Henry Ford disse famosa frase: “Se você pensa que pode ou pensa que não pode, você está certo“. Acredite que você pode ter sucesso e você vai encontrar formas de atravessar os diferentes obstáculos. Se começar achando que não vai conseguir, só vai encontrar desculpas. Criar o negócio e transformá-lo num bom negócio exige dedicação e uma boa dose de perserverança.

4. Tenha uma visão.

O fundador e CEO do Tumblr, David Karp, observa que um empreendedor é alguém que tem uma visão de algo e um desejo de criá-lo. Mantenha a sua visão clara em todos os momentos.

5. Ande com as pessoas certas.

Já ouviu falar da frase “me diga com quem você anda e lhe eu direi quem você é”? Pois é, a variante empreendedora, para quem quer ter um bom negócio, é “você se torna a média das cinco pessoas com quem você costuma estar”. Reid Hoffman, co-fundador do LinkedIn, observou que “a maneira mais rápida de mudar a si mesmo é sair com pessoas que já são do jeito que você quer ser”.

6. Enfrente seus medos.

Superar o medo não é fácil, mas deve ser feito. Arianna Huffington disse que ela descobriu que “o destemor é como um músculo – quanto mais é exercido, mais forte ele se torna”. Se você cultivar o seu medo de seja-lá-o-que-fôr, cada vez terá mais medo. Ao enfrentá-lo, continuamente, você não só se liberta de uma barreira inexistente, como pavimenta o seu caminho para criar um bom negócio.

7. Aja – os bons negócios são construidos com ações, não com ideias.

O mundo está cheio de grandes idéias, mas o sucesso só vem através da ação. Walt Disneyuma vez disse que “a maneira mais fácil de começar é parar de falar e começar a fazer”. Isso é verdade para o seu sucesso também. Se você quiser começar o negócio da sua vida, ou apenas um bom negócio qualquer (embora bons negócios nunca sejam “qualquer coisa”), precisa parar de sonhar, parar de planejar, parar de falar e começar a fazer!

8. Dê tempo ao tempo.

Ninguém é bem sucedido imediatamente e todo empreendedor com um bom negócio na mão, já foi alguma vez um novato. Como Steve Jobs observou sabiamente, “se você olhar de perto, todo bom negócio que teve sucesso da noite para o dia, levou um longo tempo para se criar“. Não tenha medo de investir tempo em seu empreendimento, seja ele “o negócio” da sua vida ou uma das muitas franquias baratas que estão à venda por aí.

9. Construa uma grande equipe.

Ninguém constrói um bom negócio sozinho e aqueles que tentam, vão perder para bons negócios que contem com uma grande equipe em tempo integral. Um dos segredos é fazer o negócio de forma colaborativa (mesmo que você seja o dono, outros podem colaborar para construí-lo). Construa uma equipe de pessoas aderentes aos seus valores, que compartilhem a sua visão e sejam ao mesmo tempo competentes e agradáveis de se trabalhar, para reforçar o seu sucesso.

10. Valorize o caráter, não apenas as habilidades ou o conhecimento.

Essa eu posso falar de cadeirinha. As empresas costumam admitir em função ao currículo, às habilidades técnicas, à experiêcia, mas invariavelmente demitem principalmente pelas atitudes. Por isso, para formar uma grande equipe, você precisa dar muito mais valor ao caráter da pessoa, do que às suas competências téncicas. Você pode treinar as habilidades, mas é quase impossível mudar o caráter de alguém. Um bom negócio exige uma equipe coesa e que trabalhe bem em equipe.

11. Faça um plano para levantar capital.

Richard Harroch, um capitalista de risco, tem um conselho para os candidatos a empreendedor: “Quase sempre, levantar capital é mais difícil do que você pensou que seria, e sempre leva mais tempo. Portanto, planeje-se para isso“. Construir um bom negócio exige, invariavelmente, que você tenha os recursos adequados não só para desenvolver o negócio propriamente dito, mas também para garantir a operação nos primeiros meses da operação. A maior parte das empresas que eu vi fechar foi por falta de “fôlego” e não porque o negócio era ruim.

12. Aprenda com os erros.

Muitos empresários apontam os erros como sendo o seu “melhor professor” na construção de um bom negócio. Quando você aprende com seus erros, move-se mais para perto do sucesso. Mesmo se você falhar no início, não vai falhar sempre. Bons negócios constróem-se com paciência. O que não vale é errar sempre no mesmo ponto, portanto, crie processos para garantir que vai aprende com cada falha.

13. Entregue mais do que o esperado.

Você estava esperando 12 dicas, certo? Pois esta é bônus. Larry Page, do Google, incentiva os empresários a entregar mais do que os clientes esperam. É uma ótima maneira de ser notado em sua indústria e construir uma legião fiel de defensores.

Construir um bom negócio demanda trabalho

Ser um empreendedor de sucesso demanda um monte de trabalho, muita visão e muita perseverança. Estas 12+1 dicas de empresários que já tiveram sucesso, vão ajudar você a navegar o caminho com muito mais facilidade.

 

Fonte: Claudio Nasajon

17 visualizações, 0 hoje

5 Dificuldades que todo empreendedor enfrenta no início

Empreendedorismo 2 de abril de 2017

empreendedorismo

Empreendedorismo

Empreender não é fácil. Quem sonha em abrir um negócio sabe como começar do zero é uma jornada repleta de desafios. Pensando nas dificuldades que os empreendedores superam ao longo do tempo, Maria Prata, apresentadora do Mundo S/A, da Globo News, decidiu realizar uma edição itinerante do programa na décima edição da Campus Party Brasil, que acontece até amanhã.

No bate-papo ocorrido no palco Empreendedorismo da feira, a apresentadora reuniu três empreendedores para debater sobre os desafios de se abrir um negócio.

Ao lado de Maria Prata, se apresentaram Paola, fundadora da plataforma de educação à distância Cubos, Lucas Camargo, CEO da Instabuy, plataforma de e-commerce e Luciano Palma, criador da startup Desquebre.

Confira abaixo quais foram as dicas e recomendações dos empreendedores para quem está começando.

1. Acredite em você

Na visão dos três empreendedores que estavam presentes no debate, a máxima “ninguém acredita em você” é muito válida para quem sonha em abrir um negócio. Por isso, alertam: acredite você mesmo no seu negócio. “Sem dúvidas, é quem mais importa”, afirma Luciano.

2. Conheça o seu produto

Convencer que o seu produto é interessante para os clientes é um dos maiores desafios para o empreendedor. É por isso que ele deve conhecer melhor do ninguém o que pode oferecer ao seu público-alvo. “Você só chama a atenção do cliente para o seu produto se conseguir convencê-lo. Para isso, é importante que o empreendedor domine o tema”, afirma Lucas.

3. Não execute, crie!

Para o criador da startup Desquebre, muitos empreendedores sofrem de um mal que vem do dia a dia corporativo. “Em um ambiente empresarial, as pessoas se acostumam a executar e só. Na hora de criar, acabam falhando. O empreendedor tem que criar sempre”, afirmou Luciano.

4. Sucesso é um negócio estável

Outra dica dos empreendedores é uma recomendação: quem está pensando em abrir um negócio não deve se preocupar com a sua imagem perante outras pessoas. “Sucesso é ter uma empresa funcionando bem e não um carro de luxo”, diz Luciano.

5. Analise o mercado – e se adapte a ele

Para Lucas, o desenvolvimento de sua plataforma de e-commerce é um processo em constante evolução. Segundo o empreendedor, isso acontece, porque ele e sua equipe conversam frequentemente com as empresas que utilizam o Instabuy. “A ideia é entender o que os nossos clientes querem. A partir disso, pensamos em soluções.”

Fonte: PEGN

26 visualizações, 0 hoje

  • 5 Dificuldades que todo empreendedor enfrenta no início

    por em 2 de abril de 2017 - 0 Comentários

    Empreender não é fácil. Quem sonha em abrir um negócio sabe como começar do zero é uma jornada repleta de desafios. Pensando nas dificuldades que os empreendedores superam ao longo do tempo, Maria Prata, apresentadora do Mundo S/A, da Globo News, decidiu realizar uma edição itinerante do programa na décima edição da Campus Party Brasil, […]

  • Você sabe o que é um bom negócio?

    por em 30 de junho de 2017 - 0 Comentários

    O empreendedor deve saber que o melhor, às vezes, não é ter a empresa que “ganha mais” Em 2013, eu fui convidado generosamente pelo amigo Dhaval Chadha para palestrar em um evento (o mais bacana que participei em 2013) chamado ‘Impacto: future of business’. O evento era dividido em 4 grupos de palestras – Creative, […]

  • Bom negócio – 12 dicas de empreendedores bem sucedidos

    por em 27 de junho de 2017 - 0 Comentários

    Para construir bons negócios muitas vezes é preciso aprender com aqueles que já atingiram os seus objetivos. Ter um mentor é uma bênção incrível para um empreendedor, mas nem todo mundo pode encontrar um em pessoa. Se o negócio precisar conhecimentos que você não tem, a saída é buscar alguém com essa experiência para fazer parte […]